Últimas Notícias

Hoje às 08:04

Temer anuncia reajuste do Bolsa Família e R$ 700 milhões para educação

O presidente interino, Michel Temer, participa hoje (29) de uma cerimônia para anunciar a liberação de R$ 700 milhões em recursos para a educação básica e superior. De acordo com o Planalto, na mesma cerimônia ele vai anunciará o valor do reajuste a ser aplicado no programa Bolsa Família.

No último dia 17, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário havia informado que o pagamento dos benefícios referentes a junho seria feito sem o reajuste de 9%, previsto para ser aplicado a partir deste mês, conforme anunciado anteriormente, na gestão da presidente afastada Dilma Rousseff.

O reajuste de 9% no Bolsa Família foi concedido pelo governo anterior por meio de um decreto publicado no dia 6 de maio, uma semana antes da votação do processo de impeachment de Dilma no Senado. Na época, o governo disse que o valor médio do benefício pago para 13,8 mil famílias passaria de R$ 162 para R$ 176 mensais.

Em justificativa apresentada para não pagar o reajuste, o governo Temer disse estava avaliando os cortes promovidos pela gestão anterior para poder efetivar o aumento. No mesmo dia, em ato no Recife (PE), Dilma classificou como “mesquinharia” o não pagamento do reajuste.
Saiu na Agência Brasil.

Hoje às 08:03

Moro acata nova denúncia contra José Dirceu e Renato Duque

O juiz federal Sérgio Moro recebeu, nesta quarta-feira (29), uma nova denúncia do Ministério Publico Federal (MPF) contra o ex-ministro José Dirceu e o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque. Os dois já foram condenados em processos anteriores na Operação Lava Jato. Mais cinco pessoas estão envolvidas na nova denúncia do MPF.

A denúncia diz respeito a 30ª fase da Operação, batizada de “vício” e aponta que Duque ajudou uma empresa de tubos a fechar contratos com a Petrobras e, para isso, recebeu R$ 7 milhões em propina. Os procuradores acreditam que os casos tenham ocorrido entre 2009 e 2012.

Segundo o MPF, “foi comprovado que os executivos da empresa Apolo Tubulars, Carlos Eduardo de Sá Baptista e Paulo Cesar Peixoto de Castro Palhares, interessados em adentrar no mercado de tubos e celebrar grandes contratos com a Petrobras, solicitaram a intervenção de Júlio Gerin de Almeida Camargo junto a Renato Duque para que a empresa fosse beneficiada perante a Estatal”.

A denúncia salienta, ainda que, para dissimular os repasses de vantagens indevidas, Júlio Camargo custeou despesas decorrentes da utilização por José Dirceu de duas aeronaves. Julio Camargo também providenciou a transferência de valores para José Dirceu, mediante contrato falso celebrado entre as empresas Auguri e Credencial, esta controlada por Eduardo Aparecido de Meira e Flávio Henrique de Oliveira Macedo.

Os pagamentos decorrentes do referido contrato totalizaram R$ 688.633,07 e ocorreram entre 12/03/2012 e 30/07/2012. Conforme a denúncia, nesse período Eduardo Aparecido de Meira e Flávio Henrique de Oliveira Macedo realizaram diversos saques em espécie de alto valor e mantiveram cerca de 300 contatos telefônicos com José Dirceu e seu grupo.

Multa
O MPF anda pediu que os denunciados paguem R$ 25,6 milhões. O valor é referente aos R$ 7 milhões supostamente recebidos por Duque e o restante multas pelos crimes cometidos. Caso condenados, o valor será encaminhado à estatal.

Condenação
José Dirceu foi condenado a 20 anos e 10 meses de prisão. Ele recorreu da sentença. Duque recebeu pena de 20 anos e oito meses, pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Hoje às 08:02

Governo pede reforço em aeroportos após atentado na Turquia

O Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Mauricio Quintella, anunciou hoje (29) que vai pedir reforço no policiamento especifico ao Ministério da Justiça para os aeroportos diretamente impactados com a Olimpíadas e a Paralimpíada do Rio de Janeiro, com base nos atentados na área pública do aeroporto de Istambul, ocorridos ontem, em de Bruxelas.

"Isso acende uma luz amarela para o governo e para as pessoas que vão frequentar a Olimpíada. Então, vamos pedir que haja maior fiscalização nas áreas públicas do aeroportos junto ao Ministério da Justiça e, também, de inteligência em cooperação com as agências do mundo todo".

Quintella participou, nesta manhã, do lançamento do hotsite Aeroportos nos Jogos Rio 2016, no Centro da capital fluminense. Disponível em três idiomas - inglês, português e espanhol - o guia online inclui Informações sobre direitos e deveres dos passageiros, transporte, dicas sobre compra de passagem, embarque, vacinas necessárias, aquisição de seguros, entre outras.

Quintella também apresentou o Manual do Planejamento do Setor de Aviação Civil para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. De acordo com o ministro, o manual será a bíblia dos aeroportuários dos 40 aeroportos que funcionarão sob regime especial durante o megaevento. O documento define normas e procedimentos dos terminais de passageiros, regras para ocupação de pátios e pistas, fluxos aeroportuários para a chegada de chefes de estado, entre outros pontos.

"Ele é fruto da experiência dos grandes eventos anteriores, de quase 400 horas de reuniões e visa padronizar as operações nos aeroportos que serão impactados com a Olimpíada", afirmou.

A demanda estimada nos aeroportos é de um milhão de atletas, membros de delegações e turistas, que devem movimentar cerca de 4,7 milhões de volumes de bagagem nos aeroportos do Rio. Uma novidade no Brasil, para tentar desafogar as filas de embarque, será o check-in e despacho remoto. Os atletas que estiverem na Vila Olímpica poderão despachar suas malas e fazer check-in lá mesmo e as bagagens serão transportadas diretamente para a área restrita do aeroporto e embarcadas nas aeronaves.

Estão sendo esperadas delegações de 206 países e mais de 100 chefes de Estado. A estimativa é que somente no dia da abertura, em 5 de agosto, os aeroportos do Rio registrem entre 900 e mil movimentos de aeronaves executivas. Aproximadamente 2,2 mil controladores de voo já receberam treinamento específico para o evento e mais de mil vagas extras foram ciradas nos pátios dos terminais para o estacionamento de aeronaves no período.

Hoje às 08:01

Conselho de Ética da Presidência vai investigar dez ministros de Temer

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República vai investigar a conduta de dez ministros do governo do presidente em exercício Michel Temer que teriam se beneficiado ao votar, quando eram parlamentares, a favor do processo de impeachment e do afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Em anúncio nessa terça-feira, 28, o colegiado disse que atendeu um pedido do deputado Afonso Florence (PT-BA) e explicou que enviou aos ministros pedidos de explicações e eles terão um prazo de 20 dias para apresentar suas respostas.

Segundo a comissão, terão de apresentar explicações os ministros Mendonça Filho (Educação), Osmar Terra (Desenvolvimento Social), Ricardo Barros (Saúde), Sarney Filho (Meio Ambiente), Fernando Coelho Filho (Minas e Energia), Ronaldo Nogueira (Trabalho), Blairo Maggi (Agricultura), José Serra (Relações Exteriores), Bruno Araújo (Cidades) e Maurício Quintella (Transportes, Portos e Aviação Civil).

O ex-ministro do Planejamento Romero Jucá, senador pelo PMDB de Roraima, também terá de se explicar ao colegiado, por ter ocupado um cargo da chamada alta administração.

No pedido ao Conselho de Ética, Afonso Florence argumentou que esses ministros se posicionaram a favor do impeachment de Dilma movidos por interesses "pessoais e políticos". Segundo a nota, após Temer assumir como presidente em exercício, os então parlamentares foram convidados para cargos no primeiro escalão do governo. Na representação, informou o partido, Afonso Florence sugere a exoneração dos ministros.

Hoje às 08:00

CCJ dá parecer favorável a alterações na Lei Maria da Penha sob protesto de grupo de senadores

Antes de a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovar projeto de lei da Câmara (PLC 7/2016) com mudanças na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006), um grupo de senadores tentou adiar a votação e enviar a proposta para audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Requerimento nesse sentido foi apresentado pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), sendo rejeitado por 15 votos a 6.

O foco das divergências em torno do PLC 7/2016 é a permissão para que o delegado de polícia conceda medidas protetivas de urgência a mulheres vítimas de violência doméstica e a seus dependentes. Na semana passada, a CCJ promoveu um debate sobre o assunto reunindo 14 entidades ligadas ao Poder Judiciário, Ministério Público, movimento feminista e à polícia. Desse total, 12 entidades se manifestaram contra a aprovação do relatório do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) pela aprovação do projeto, segundo assinalou a senadora Fátima Bezerra (PT-RN).

Na outra frente, capitaneada por Aloysio Nunes, se posicionaram os senadores Marta Suplicy (PMDB-SP), Telmário Mota (PDT-RR) e Humberto Costa (PT-PE). O entendimento do relator é de que a permissão para o delegado baixar medidas protetivas de urgência pode representar um atestado de vida ou morte para a mulher agredida no ambiente doméstico.

- Entre a defesa intransigente de prerrogativas (atualmente, essas medidas só podem ser aplicadas pelo juiz) e a defesa da mulher vítima de violência, eu fico com a defesa da mulher vítima de violência – sustentou Aloysio Nunes.

Hoje às 07:59

STF decide que juízes devem seguir decisão sobre falta de vaga em presídios

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje aprovar uma determinação para que os tribunais do país sigam a decisão da Corte que aprovou a progressão de regime por falta de vaga em prisão. De acordo com o entendimento, juízes criminais não podem manter detentos em regime mais grave ao qual foram condenados pela inexistência de vagas no sistema penitenciário.

A questão foi decidida em maio, quando, por nove votos a um, o Supremo julgou um recurso do Ministério Público. Durante o julgamento, a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Defensoria Pública da União (DPU) defenderam o benefício, por entenderam que os detentos não podem sofrer agravamento das penas por causa da omissão do Estado na manutenção adequada do sistema prisional.

Funpen
A determinação aprovada pelos ministros é chamada de Súmula Vinculante, verbete em que a Corte, após reiteradas decisões sobre o mesmo assunto, obriga instâncias inferiores da Justiça, além de toda a Administração Pública, a seguir sua orientação.

Em setembro do ano passado, em outro processo sobre a situação dos presídios brasileiros, o Supremo decidiu proibir o Poder Executivo de contingenciar verbas do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen).

A decisão obriga o Executivo a liberar o saldo acumulado do Funpen. A questão foi decidida em uma açãodo PSOL, que pediu à Corte providências do Executivo para melhorar as condições dos presídios

Hoje às 07:57

CAS aprova aplicação de 20% dos recursos do pré-sal em ciência e tecnologia

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou nesta quarta-feira (28) o projeto de lei (PLS 181/2016), do senador Lasier Martins (PDT-RS) que destina 20% do rendimento anual do Fundo Social do Pré-Sal para investimentos no desenvolvimento da ciência e da tecnologia no Brasil. O relatório da senadora Ana Amélia (PP-RS) estabelece que 50% desses recursos devem financiar projetos de pesquisa científica aprovados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A outra metade será usada para criar e restaurar laboratórios e centros de pesquisas em universidades públicas.

 

Hoje às 07:56

Governo prevê rombo acima de R$ 100 bilhões em 2017

O ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta quinta-feira, 29, que o déficit primário de 2017 do país será acima de R$ 100 bilhões.

Para 2016, o Congresso Nacional deu aval para que o governo central --governo federal, Banco Central e Previdência-- registre déficit primário de até 170,5 bilhões de reais, em meio ao cenário de forte recessão.

Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, destacou hoje que o Brasil vive uma situação fiscal difícil, tanto para os estados quanto para a União, com pouco espaço para investimentos. Segundo o ministro, é possível, porém, reverter esse quadro trazendo confiança para os investidores e consumidores, sendo "realista" e dizendo a verdade sobre os números da economia.

Ele disse que a meta fiscal de 2017 também será negativa, mas realista, e não quis antecipar os números. "Temos que dizer qual é a verdade e a realidade. Estamos calculando e apresentando as medidas para reverter esse quadro. Isso que é o mais importante." De acordo com o ministro, o governo deve enviar na próxima semana ao Congresso Nacional uma alteração no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017 com novos parâmetros.

Meirelles fez as afirmações durante a abertura do 6º Seminário Internacional de Direito Administrativo e Administração Pública, após ouvir o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), reclamar da estrutura federativa existente no país. Segundo Taques, atualmente os governadores são "chefes de departamento" da União.

"Hoje, os governadores não passam de chefes de departamento de uma pessoa jurídica maior chamada União Federal. Os governadores de estado hoje não passam de gerentes de banco de uma matriz maior chamada União Federal", reclamou.

Hoje às 07:55

Um em cada quatro brasileiros é hipertenso, mostra pesquisa

O Ministério da Saúde divulgou que um em cada quatro brasileiros é diagnosticado com hipertensão. Apesar de ser considerado alto, o índice tem se mantido estável, de acordo com dados da pesquisa Vigitel 2015. No ano passado, a doença afetava 24,9% da população, sendo que, em 2014, esse percentual foi de 24,8%. A doença atinge mais as mulheres e o número de casos cresce conforme aumenta a idade da população.

A Vigitel é uma pesquisa feita nas capitais brasileiras por telefone; em 2015, 54 mil pessoas maiores de 18 anos foram entrevistadas. Entre as cidades pesquisadas, o Rio de Janeiro apresenta o maior número de hipertensos, com 30,6% da população, e Palmas (TO) tem o menor índice, com 15,7%.

De acordo com a pesquisa, grande parte dos brasileiros não acredita que consome muito sal. Apenas 14,9% da população consideram seu consumo de sal alto ou muito alto, entretanto mais de 70% consomem sódio em excesso. Segundo o Ministério da Saúde, o brasileiro consome uma média de 12 gramas de sódio todos os dias. O valor é quase o dobro do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, de menos de 5 gramas por dia.

Os dados do Vigitel foram apresentados hoje, durante a divulgação dos resultados do acordo de redução de sódio em alimentos processados, firmado entre o Ministério da Saúde e a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação. Desde 2011, foram retiradas 14.893 toneladas de sódio dos produtos alimentícios. A meta é que as indústrias promovam a retirada voluntária de 28.562 toneladas de sal das prateleiras até 2020.

Segundo o ministério, o consumo excessivo de sódio é fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, que atualmente respondem por 72% das mortes no Brasil, como hipertensão, obesidade, osteoporose e problemas renais.

Hoje às 07:54

Veja 9 sinais de que você pode ser demitido em breve

Em um cenário de recessão e desemprego em alta, o medo de ser demitido aumenta. O ideal é sempre ficar atento ao seu desempenho no trabalho e à qualidade do relacionamento com chefes e colegas, segundo a consultora de carreiras e especialista em finanças Carolina Ruhman Sandler.

“Você pode reduzir os riscos de ser demitida se faz um bom trabalho, tem um comportamento que condiz com a cultura da empresa, é proativa e tem uma atitude positiva”, diz.

Segundo ela, há sinais que podem indicar quando a perda do emprego está próxima. Ao identificá-los, é possível reverter a situação ou pelo menos se prevenir e começar a procurar outra oportunidade profissional imediatamente.

Avaliações ruins 
Tome cuidado se seu desempenho não for considerado bom. Nem sempre uma avaliação ruim é sinal de demissão, pode ser uma oportunidade para que você se desenvolva, se supere e dê a volta por cima. No entanto, se elas se tornarem frequentes e você receber muitos feedbacks negativos, seu emprego pode estar em perigo.

Exclusão 
Desconfie se você começar a ser excluída de reuniões importantes de sua equipe. Algumas delas podem não precisar da presença de todos. No entanto, se você for excluída com frequência de encontros relacionados diretamente ao seu trabalho, pode ser um indicativo de problema.

Perda de recursos e acesso a dados
Se de repente você passa a ter menos acesso a recursos que facilitariam seu trabalho e aumentariam a produtividade, este pode ser um sinal de que a empresa não vê mais retorno no investimento feito em você. Outro motivo para se preocupar é se seu acesso a dados estiver limitado. Se a senha do e-mail não funcionar mais – sem que você tenha trocado -, ou seu acesso à intranet da empresa for barrado, seu emprego pode estar com os dias contados.

Fazer todo o trabalho é impossível
Podem existir várias razões para você não dar mais conta do trabalho: estar sob uma liderança despreparada, trabalhar em uma empresa desorganizada ou em uma equipe muito enxuta, na qual todos são sobrecarregados. A sobrecarga, por sinal, é ainda mais comum neste período de crise que o Brasil enfrenta, com tantos cortes de vagas. No entanto, se os prazos e metas que precisa atender são claramente inatingíveis e absurdos, isso pode ser proposital – uma tentativa da companhia ou do chefe para vê-la fracassar e ter um motivo para demiti-la.

Piora na relação com o chefe
É normal que exista alguma tensão no ambiente de trabalho por conta de estresse, prazos apertados etc. Porém, educação e respeito são fundamentais. Você não é obrigada a amar seu chefe nem vice-versa. É necessário, no entanto, que haja confiança e cordialidade entre vocês. Atritos constantes são prejudiciais. Tome cuidado se a relação se deteriorar – a situação pode chegar a um ponto insustentável.

Suas responsabilidades diminuíram
Se você lidera uma equipe e de repente seus subordinados passam a responder a outros gestores, fique atenta. Se projetos que estavam sob seus cuidados são transferidos para outros funcionários sem nenhuma explicação razoável, é possível que o seu cargo esteja ameaçado.

Você cometeu erro que causou prejuízo à empresa
Nem todas as companhias ou gestores lidam com erros da mesma forma. Alguns são mais tolerantes, outros não. Em um mundo ideal, existiria pouca possibilidade de falhas: todos os funcionários teriam prazos adequados e realistas para executar cada tarefa com o máximo de qualidade, além do treinamento necessário para trabalhar com confiança e precisão. Independente do motivo que levou ao erro, há chances de você ser demitido se ele tiver gerado prejuízos à empresa ou afetado sua reputação.

Você tem que treinar outro funcionário com urgência
Desconfie se for obrigado a treinar outro funcionário com urgência para fazer exatamente as mesmas atividades que você. Tal treinamento é desejável e necessário quando a equipe cresce ou há um remanejamento de cargos. Porém, se de um dia para o outro você tiver que ensinar tudo o que sabe sem conhecer o motivo, talvez não seja um bom sinal. 

Anúncio de vaga na mesma função que a sua
Você está pesquisando oportunidades de emprego e se surpreende ao encontrar a descrição de uma vaga igual à sua e na mesma empresa em que trabalha? A menos que haja expectativas de expansão da equipe, pode ser uma indicação de que em breve você terá que dizer adeus ao seu emprego.

Hoje às 07:52

Facebook tenta lembrar usuários de que dá para enviar dinheiro pelo Messenger

À medida que o Facebook incrementa o Messenger com GIFs, aplicativos e outras coisas, vai ficando cada vez mais difícil mostrar aos usuários que o serviço de mensagens serve para mais do que simplesmente... mandar mensagens.

Foi o que aconteceu com o sistema que permite enviar e receber dinheiro pelo Messenger, que acabou empurrado para fora da tela inicial devido à chegada de novos recursos. Para mudar a situação, o Facebook resolveu usar seu aplicativo principal para lembrar as pessoas de que existe uma plataforma financeira dentro de seu ecossistema.

Usuários americanos notaram que a última atualização do app inclui um link “Enviar ou Requisitar Dinheiro” no seu menu principal. Ao clicar ali, a pessoa é levada ao Messenger ou à App Store, caso não o tenha instalado. E de lá pode seguir com o recurso.

O esquema de troca de valores foi anunciado no começo do ano passado, mas desde então só foi lançado nos Estados Unidos. A vantagem do sistema do Facebook - além da facilidade de uso - é o fato de que não há qualquer taxa envolvida no processo; basta escolher o contato, cadastrar um cartão de débito e fazer a transferência.

Hoje às 07:51

Julgamento de Dilma ocorrerá depois das Olimpíadas

O julgamento final do impeachment de Dilma Rousseff deve ocorrer após as Olimpíadas. De acordo com os prazos da Lei do Impeachment, a presidente Dilma Rousseff deve ser julgada a partir do dia 26 de agosto, segundo assessores do presidente do Supremo Tribunal Federal STF), ministro Ricardo Lewandowski.

Está marcado para o dia 9 de agosto a votação da pronuncia, uma das últimas fases do processo no plenário da Corte. As duas partes, acusação e defesa terão, respectivamente 48 horas para se manifestarem. Na sequência, será necessário aguardar pelo menos dez dias para o início do julgamento final.

A presidente Dilma Rousseff se reuniu ontem com a Executiva do PT e acertou com as bancadas da Câmara e do Senado uma oposição à agenda econômica do governo interino de Michel Temer. Ela também quer escrever uma nova carta aos brasileiros, a exemplo do que fez o ex-presidente Lula em 2002. No documento, Dilma desqualificaria ações de Temer, consideradas retrocesso como a extinção dos ministérios da Mulher e da Igualdade Racial, e assumiria compromissos para o caso de voltar à Presidência.
Saiu no 247.

Hoje às 07:50

Charge de Hoje

Ontem às 08:39

Projeto Agente Mirim de Trânsito aposta na educação para reduzir número de acidentes

Dados da OnG Criança Segura dão conta de que o trânsito é a principal causa da morte acidental de crianças até os 14 anos de idade no Brasil. De posse desse dado alarmante, a Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), teve a ideia de implantar o projeto Agente Mirim de Trânsito, que visa reduzir os números de acidentes na capital, focando na conscientização e disseminação de conteúdos para um número cada vez maior de pessoas, por meio da interatividade entre as crianças, suas famílias e a comunidade.

O lançamento do projeto ocorreu na manhã desta terça-feira (28), no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, com a presença do prefeito Carlos Eduardo Alves; secretária da STTU, Elequicina Maria dos Santos; representante do Clubinho Honda, das escolas e parceiros do projeto.

“O nosso objetivo é diminuir essa estatística que indica um alto índice de morte de crianças no trânsito. Tudo é uma questão de educação. Devemos ter a capacidade de educar a presente geração, que fará no futuro uma sociedade melhor. Devia ser proibido criança morrer”, disse Carlos Eduardo.

Na prática, o projeto vai funcionar em parceria com escolas municipais e particulares. Uma equipe do Departamento de Educação da STTU vai orientar crianças de sete a 12 anos, e estas irão atuar como agentes multiplicadores em sua escola e em casa. Mais de 100 alunos foram selecionados para agente mirim de trânsito. As escolas que até o momento aderiram ao projeto são as seguintes: Escola Municipal Ulisses de Góis, Êxito Colégio e Curso, Facex, Centro Educacional Dom Bosco, Escola Boa Ideia e o projeto Amana.

De acordo com a secretária Elequicina dos Santos, o objetivo principal do projeto “é formar as crianças para o exercício da cidadania e da ética no trânsito, possibilitando a multiplicação desses conhecimentos e visando à segurança individual e coletiva”.

Para tanto, o projeto será dividido em três fases: a primeira fase vai preparar a criança para ser cidadã no trânsito e multiplicar o conhecimento adquirido; a segunda e terceira fases proporcionarão à criança uma compreensão maior sobre a função do agente mirim, participando inclusive de algumas vivências e experiências no trânsito que serão realizadas pela STTU, com foco na redução de acidentes e melhoria da segurança. Depois da formatura, os alunos também poderão participar de eventos como blitzen educativas, palestras e outras atividades na escola em que estudam.

Ontem às 08:37

Conselho de Ética instaura processo contra deputado Jair Bolsonaro por apologia a tortura

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados instaurou nesta terça-feira processo contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), acusado de quebra de decoro parlamentar por apologia ao crime de tortura.

A representação contra Bolsonaro foi apresentada pelo PV, que acusa o deputado, segundo a Agência Câmara Notícias, de quebra do decoro parlamentar durante a sessão da Câmara que aprovou a abertura do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

Para o PV, Bolsonaro fez apologia ao crime de tortura ao homenagear o coronel Brilhante Ustra, já reconhecido pela Justiça como torturador durante a ditadura militar. O deputado já se defendeu, alegando que Ustra não teve condenação definitiva e que deputados contam com imunidade parlamentar por seus votos e palavras.

A reunião que definiu a abertura de processo teve a participação de apenas cinco deputados, já que não era necessário quórum mínimo no colegiado.

Ainda não foi definido o relator do caso, mas houve sorteio de três parlamentares: Zé Geraldo (PT-PA), Wellington Roberto (PR-PB) e Valmir Prascidelli (PT-SP). Cabe ao presidente do conselho, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), a escolha de um deles.

Na semana passada, Bolsonaro tornou-se réu em uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) acusado de incitação ao estupro, por conta de uma declaração feita em 2014 quando afirmou que a também deputada Maria do Rosário (PT-RS) "não merecia ser estuprada".

Na ocasião, o parlamentar deu entrevista ao jornal Zero Hora reafirmando as declarações feitas no discurso e afirmando que Maria do Rosário “é muito feia, não faz meu gênero, jamais a estupraria”.

Ontem às 08:36

Senado pode facilitar acesso ao leite materno

O Brasil tem o maior número de doadoras de leite materno do mundo, segundo o Ministério da Saúde. No entanto, essa cobertura ainda é deficitária em algumas regiões, de acordo com a coordenadora de Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, Miriam Santos. Alguns estados (principalmente da Região Norte, que registra a maior taxa de mortalidade infantil do país) só dispõem de um banco de leite, na capital.
Para resolver a questão, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) analisa projeto do senador Dário Berger (PMDB-SC) que obriga todas as maternidades de referência regional a possuir bancos de leite em suas instalações. O objetivo do PLS 171/2016 é aumentar a capilaridade da rede.

Entre os 292 bancos de leite humano do mundo — implantados em 23 países da América Latina, Península Ibérica e África —, 217 estão no Brasil. E há ainda 167 postos de coletas reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Essas unidades beneficiaram, entre 2008 e 2014, 79,1% dos bebês assistidos por doações no planeta. A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (Rede BLH) é fruto de uma parceria do Ministério da Saúde com a Fundação Oswaldo Cruz ( Fiocruz) e é considerada pela OMS a maior e mais complexa rede de banco de leite do planeta.

O Brasil exporta tecnologia e conhecimento de doação de leite. O país é reconhecido como referência mundial em aleitamento materno pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e pela revista científica britânica The Lancet.

Alimento e cura
O leite produzido em excesso e doado por uma mãe pode significar a chance de sobrevida e cura para o bebê de outra, especialmente para crianças que nascem com baixo peso, prematuras ou com algum problema de saúde.

Os bancos de leite e postos de coleta possuem ambulatórios de apoio à lactante e família e metodologias de incentivo ao aleitamento, como explica Miriam.O primeiro banco de leite humano do Brasil foi implantado em outubro de 1943, no então Instituto Nacional de Puericultura, atual Instituto Fernandes Figueira, da Fiocruz, no Rio de Janeiro.

O ideal é que o leite saia diretamente do peito para o bebê, mas nem sempre é possível. Segundo Miriam, o leite humano cru fica bom por até 15 dias no congelador, com a conservação adequada. Com o processamento pelos bancos de leite, a validade aumenta para até seis meses. Só em 2015, foram distribuídos 145.985 litros de leite humano pasteurizado, com qualidade certificada, a 177.728 recém-nascidos internados em unidades de terapia intensiva.

O leite humano é essencial para proteger recém-nascidos porque alimenta e defende contra diarreia, infecções respiratórias, diabetes e alergias. Para garantir o leite materno a bebês cujas mães não podem amamentar ou produzem pouco leite (por exemplo, por causa de cirurgia de redução ou retirada de mama), foram criados em todo o país os bancos de leite humano. Eles recebem, pasteurizam, fazem testes para controle de qualidade e distribuem o leite para as crianças internadas em unidades neonatais.

Ontem às 08:35

Cunha e Temer: a dupla mais rejeitada do Brasil

Levantamento realizado pelo Instituto Ipsos entre os dias 2 e 13 de junho mostra um cenário mais do que ilustrativo sobre os dois principais responsáveis pela ruptura democrática vivenciada no Brasil atualmente. 

A dupla formada por Michel Temer e Eduardo Cunha, presidente interino e presidente afastado da Câmara, é a mais rejeitada do Brasil na política. Segundo o Ipsos, a rejeição a Temer chega a 70% dos brasileiros, enquanto Cunha é rejeitado por 79% da população.

O levantamento também revela que a classe política foi dizimada pelos escândalos de corrupção decorrentes da Operação Lava Jato, pois todos os presidenciáveis tradicionais têm rejeição superior a 50%. É o caso de Marina Silva (56%), Aécio Neves (63%), Lula (68%), Geraldo Alckmin (55%) e José Serra (55%).

Clique aqui e leia na íntegra o levantamento do Ipsos.

Ontem às 08:34

Janot reconsidera e se diz favorável ao perdão da pena de Dirceu

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, reconsiderou sua posição sobre a pena do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu no mensalão e enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma manifestação em que sugere a extinção da punição contra ele no caso. A mudança de posição tem como base o decreto do indulto de Natal assinado pela presidente afastada Dilma Rousseff no ano passado.

A prisão de Dirceu na Lava-Jato ainda quando ele cumpria pena no mensalão indica falta disciplinar grave, o que o impediria de ter a primeira condenação perdoada. Na reavaliação, no entanto, Janot aponta que a má conduta do ex-ministro teria ocorrido antes do período previsto no decreto de indulto de Natal do ano passado.

Os crimes na Lava-Jato teriam sido praticados até 13 de novembro de 2013, quando Dirceu já havia sido condenado no mensalão. O decreto do indulto, no entanto, impede o perdão da pena apenas a condenados que tenham cometido falta grave entre 25 de dezembro de 2014 e 25 de dezembro de 2015. Ou seja, para Janot, a regra impede que a má conduta de Dirceu seja motivo de sanção.

"É certo que, para efeitos de concessão de indulto, esta prática delitiva (falta disciplinar grave) não obsta do reconhecimento do direito ao benefício" escreve Janot.

A defesa de Dirceu já havia pedido ao STF o reconhecimento do indulto em favor dele. Mas a solicitação foi rejeitada pelo ministro Luis Roberto Barroso com base na primeira manifestação de Janot sobre o assunto, contrária a concessão do benefício.

Por causa da Lava-Jato, Dirceu foi condenado em maio deste ano pelo juiz Sérgio Moro a 23 anos e três meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ele está preso em Curitiba desde agosto de 2015 e cumpria prisão em regime domiciliar, decorrente da pena no mensalão, quando foi detido pela Polícia Federal acusado de envolvimento no caso Petrobras.

Ontem às 08:33

Governo vai pagar em agosto 1ª parcela do 13º de aposentados

O Ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, informou na tarde de hoje (28) que o governo vai retomar o calendário de pagamento do 13º salário dos aposentados e pensionistas que recebem pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Com isso, a primeira parcela do benefício começará a ser paga no dia 25 de agosto. No ano passado, em virtude da crise, o governo da presidente afastada Dilma Rousseff adiou o pagamento da primeira parcela do 13º salário de agosto para setembro.

A segunda parcela deste ano será paga a partir de 24 de novembro.

O anúncio foi feito por Padilha após reunião com o grupo de trabalho que discute alternativas para a reforma da Previdência, no Palácio do Planalto.

Ontem às 08:32

Primeiro jato regional chinês faz voo inaugural com passageiros

O primeiro jato regional desenvolvido na China fez seu voo comercial de estreia nesta terça-feira, transportando 70 passageiros da cidade de Chengdu, no oeste do país, para Xangai, na costa leste, no que a fabricante estatal Commercial Aircraft Corp of China (Comac) considerou como um marco.

O voo EU6679 da Chengdu Airlines levou duas horas e 12 minutos e marcou "um importante avanço no desenvolvimento da aviação civil na China", disse a Comac.

"Os céus chineses pela primeira vez deram as boas vindas para um jato de passageiros desenvolvido na China", afirmou a companhia.

O avião ARJ-21 foi projetado para disputar mercado com modelos fabricados por competidores tradicionais no segmento, a brasileira Embraer e a canadense Bombardier.

A Comac vai continuar a "otimizar o design do jato (...) e desenvolver os mercados domésticos e internacionais", afirmou o presidente do conselho da empresa, Jin Zhuanglong, a jornalistas no aeroporto de Hongqiao, em Xangai, após o pouso da aeronave.

"Vamos nos esforçar para tornar o ARJ-21 um novo cartão de visitas da indústria da China", disse o executivo.

A China também está desenvolvendo o avião C919, que espera ser capaz de competir com o 737 da Boeing e o A320 da Airbus. O país também planeja produzir um avião maior em uma joint-venture com a Rússia.

O ARJ-21 tem capacidade para 90 passageiros e recebeu licença para voos domésticos na China no final do ano passado, mais de 10 anos depois do prazo original.

O modelo ainda não recebeu certificação de outros órgãos reguladores de países como os Estados Unidos, o que significa que apenas companhias aéreas da China e aquelas que reconhecem o processo de certificação chinês poderão operar o avião.

A Comac afirma que o ARJ-21 tem mais de 300 encomendas, principalmente de companhias áreas da China. Os motores do avião são fornecidos pela General Electric e o braço de leasing do conglomerado norte-americano tem encomendas para 5 dos aviões e opções para mais 20.

Ontem às 08:31

Odebrecht anuncia devolução do Maracanã ao Ri

A Odebrecht anunciou, nesta segunda-feira (27), a devolução do Maracanã ao Estado do Rio de Janeiro.

Em carta enviada à Secretaria da Casa Civil no dia 16 de junho pela Concessionaria Maracanã, formada pela Odebrecht (95%) e pela norte-americana AEG (5%), o grupo alega que não conseguiu rever o contrato de cessão da arena.

"A Concessionária reforça que tem feito um trabalho contínuo para reduzir os custos fixos, minimizar os prejuízos operacionais e se adequar aos impactos da alteração unilateral do contrato de concessão e aos períodos de interrupção da operação como na Copa do Mundo (2014) e Jogos Rio 2016", diz a nota.

A concessão foi firmada por 35 anos. No acordo, o grupo poderia derrubar o parque aquático e o estádio de atletismo para erguer um centro comercial e estacionamentos. Mas a medida foi proibida.

Ontem às 08:29

Casamento celebrado em Jurerê Internacional foi financiado pela Lei Rouanet, aponta investigação da PF

Um casamento celebrado em maio deste ano em um beach club de Jurerê Internacional, em Florianópolis, é um dos alvos da Operação Boca-Livre, deflagrada nesta terça-feira pela Polícia Federal. A festa dos noivos Felipe Amorim e Caroline Monteiro, supostamente financiada pela Lei Rouanet, ocorreu no 300 Beach Club. Fotos disponíveis num site de imagens de casamentos mostram desde os preparativos da noiva até a apresentação de sertanejos durante a celebração.

Segundo informações publicadas no site O Globo, o casal teria, segundo investigadores, parentesco com Antonio Carlos Bellini, dono da Bellini Cultural, principal ponta do esquema de fraudes na Lei Rouanet e alvo da Operação Boca-Livre. Antonio Carlos e a sua mulher foram presos em São Paulo. 

De acordo com uma publicação do site ConstanceZahn.com, voltado para noivas, os dois se conheceram numa viagem para Bariloche, na Argentina. Ela ainda morava em Roraima, e ele, em São Paulo. 

Quando o romance virou namoro, Caroline passou a morar em Santa Catarina. Assim, Florianópolis virou o pano de fundo de parte do relacionamento. O pedido de casamento, no entanto, ocorreu em Santorini, na Grécia, em 2014.

Já nas primeiras conversas sobre o casório, informa o site, o casal decidiu que a celebração deveria ocorrer na praia. A organização do evento durou um ano e oito meses, definindo Jurerê como local.

O fim de semana de comemorações foi registrado numa produção de alto nível, focando momentos antes, durante e depois da celebração do casamento — o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, chamou o evento de "uma festa boca-livre que nós pagamos", criticando o que viu nas imagens da produção.

Nas redes sociais, internautas localizaram uma postagem do fotógrafo que fez as imagens do casamento. Nos comentários, usuários do Facebook falavam que "pagaram pela festa, mas não foram convidados".

Ontem às 08:28

Fundo americano pede falência da OI

O fundo americano Aurelius entrou com um pedido junto ao Tribunal de Justiça de Amsterdã para abertura de um processo de falência da Oi Brasil Holdings Coöperatief U.A. (FinCo), subsidiária holandesa da companhia de telefonia brasileira Oi.

A solicitação foi feita pela Syzygy Capital Mangement, gerida pelo Aurelius e que detém títulos emitidos pela FinCo, segundo comunicado do fundo desta segunda-feira.

Caso o pedido do Aurelius seja aceito, esses credores poderiam participar do processo de recuperação judicial iniciado pela companhia junto à Justiça no Brasil e investigar a gerência dos negócios da FinCo pelos atuais e ex-diretores.

Ontem às 08:27

Uber passará a oferecer serviço de balões e barcos na China

O aplicativo de transporte Uber está expandindo seu campo de atuação e parece ter escolhido a China como teste. Em um evento promovido pelo site de tecnologia TechCrunch em Xangai na segunda (27), a vice-presidente de operações da China, Kate Wang, anunciou que o país receberá este ano dois novos serviços que oferecerão programação cultural, turismo e passeios em barcos e balões aos seus usuários.

O UberLIFE oferecerá um tipo de revista digital para sugerir aos passageiros eventos esportivos, de arte, peças de teatro e outros programas que estejam acontecendo nas cidades em que o usuário está usando o app. 

Já o Uber + Travel pretende fornecer vários "mimos" a quem estiver em viagens internacionais. Um vídeo promocional foi exibido no evento e mostrou novos serviços como UberBoat e UberBalloon. O vídeo também trazia logotipos de todas as empresas parceiras da Uber nas cidades, sugerindo que esses novos serviços ocorrerão via parceria.

A representante da Uber ainda citou o UberPASS, um pacote de corridas que pode ser comprado para usar em diferentes cidades.

O Uber entrou pela primeira vez na China há dois anos, enquanto seu concorrente direto no país, o Didi Chuxing, vem operando na China há quatro anos. Porém, segundo Wang, o app deve se tornar o serviço de transporte mais popular da China em até um ano. 
Saiu no OUL.

Ontem às 08:26

Unicef: quase 70 milhões de crianças morrerão até 2030 se o mundo não agir

Quase 70 milhões de crianças morrerão antes dos cinco anos até 2030 e 167 milhões viverão em pobreza extrema nesse ano se a comunidade internacional não investir já nas mais crianças pobres, alertou hoje (28) o Fundo das Nações Unidas para a Infância - Unicef.

Intitulado “Uma oportunidade justa para todas as crianças”, o relatório anual do Unicef revela que, embora o mundo tenha registado progressos na infância, essas melhorias não foram uniformes e as desigualdades marcam a vida de milhões de crianças.

“Quando olhamos para o mundo de hoje, somos confrontados com uma verdade desconfortável, mas inegável: As vidas de milhões de crianças são arruinadas pelo simples fato de terem nascido num determinado país, comunidade, género ou circunstância”, escreve o diretor-geral da organização, Anthony Lake, no prefácio do relatório.

Para ele, “agora é o momento de agir” porque, se o mundo não acelerar o ritmo de progresso, 69 milhões de crianças morrerão, em sua maioria de causas evitáveis, antes de completarem cinco anos, até 2030, o ano em que terminam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, definidos no ano passado.

África
Nesse mesmo ano, as crianças da África subsaariana terão 10 vezes mais probabilidade de morrer antes dos cinco anos do que as dos países ricos e nove em cada dez crianças a viver em pobreza extrema estarão naquela área, alertou Anthony Lake.

Se nada for feito, mais de 60 milhões de crianças em idade escolar estarão fora da escola e cerca de 750 milhões de mulheres terão sido casadas na infância.
Saiu na Agência Brasil.

Ontem às 08:25

Voltem para casa': relatos de xenofobia inundam redes sociais após votação da Brexit

Mal tinha sido digerido o resultado do referendo que decidiu pela saída da Grã-Bretanha da União Europeia (UE) e começaram a pipocar nas redes sociais relatos sobre episódios racismo e xenofobia em várias cidades do país.

Internautas compartilharam e comentaram incidentes nos quais pessoas foram hostilizadas por causa da cor de sua pele ou de sua etnia.

Ainda não está claro se o resultado do referendo provocou a onda de hostilidade ou se apenas evidenciou algo que já vinha acontecendo.

No Twitter, a hashtag #postrefracism, que significa 'denuncie racismo relacionado ao referendo', tinha sido usada 21 mil vezes desde a manhã de segunda-feira.
Saiu no Terra.

Ontem às 08:24

Banco Central projeta inflação de 6,9% para 2016

O Banco Central (BC) piorou a projeção para a inflação este ano. Na estimativa do BC, a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), deve ficar em 6,9%, este ano, ante 6,6% previstos em março. A estimativa está no Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje em Brasília.

A projeção estoura o teto da meta de inflação de 6,5% e fica longe do centro da meta, 4,5%, que deve ser perseguido pelo BC.

Segundo o Banco Central, em 2017 a inflação deve recuar e encerrar o período em 4,7%, ante 4,9% previstos anteriormente. O limite superior da meta no próximo ano é 6%, com centro em 4,5%. Em 12 meses acumulados até junho de 2018, a projeção ficou em 4,2%.

Essas estimativas se referem ao cenário de referência em que o BC levou em consideração informações disponíveis até o último dia 17 para fazer os cálculos. Nesse cenário, foram considerados o dólar a R$ 3,45 e a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 14,25% ao ano.

Cenário de Mercado
O BC também divulga os dados do cenário de mercado, que faz estimativas para a taxa de câmbio e a Selic. No cenário de mercado, a previsão para a inflação neste ano é maior, deve ficar em 7%, ante a estimativa de 6,9% divulgada em março. Em 2017, a projeção é 5,5%, ante 5,4% previstos anteriormente. Em 12 meses a acumulados até junho de 2018, a estimativa ficou em 5,5%.

É função do BC fazer com que a inflação fique dentro da meta. Um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e, consequentemente, a inflação, é a taxa básica de juros, a Selic.

Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom reduz os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, mas a medida alivia o controle sobre a inflação.

O BC tem que encontrar equilíbrio ao tomar decisões sobre a taxa básica de juros, de modo a fazer com que a inflação fique dentro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional.

Ontem às 08:22

Charge de Hoje

28/06/2016 às 07:21

Projeto que vai formar agente mirim de trânsito será lançado nesta terça-feira

O prefeito Carlos Eduardo Alves lança nesta terça-feira (28), no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, projeto que vai formar agente mirim de trânsito em Natal. A solenidade começa às 9 h da manhã e contará com a presença da secretária da STTU, Elequicina Maria dos Santos, representações do Clubinho Honda, das escolas e parceiros do projeto.

De acordo com a secretária da STTU, Elequicina Maria dos Santos o objetivo principal do projeto “é formar as crianças para exercício da cidadania e da ética no trânsito, possibilitando a multiplicação desses conhecimentos, visando a segurança individual e coletiva”.

Para tanto o projeto será levado as escolas públicas privadas da cidade e será divido em três fases: a primeira fase vai preparar a criança para ser cidadã no trânsito e multiplicar o conhecimento adquirido; a segunda e terceira fases proporcionarão à criança uma compreensão maior sobre a função do agente mirim, participando inclusive de algumas vivências e experiências no trânsito que serão realizadas pela STTU com foco na redução de acidentes e melhoria da segurança.

Hoje, o trânsito é a principal causa da morte acidental de crianças até os 14 anos de idade no Brasil segundo a ONG Criança Segura. “E para reduzir esses números é que nasceu a ideia deste projeto que foca a conscientização e disseminação de conteúdos para um número cada vez maior de pessoas por meio da interatividade entre as crianças, suas famílias e a comunidade”, pontuou Elequicina Santos.

Depois da formatura, os alunos também poderão participar de eventos como blitz educativas, palestras e outras atividades na escola em que estudam.
Guto de Castro.
Foto ilustrativa.

28/06/2016 às 07:21

Projeto de inclusão da Assembleia será modelo para Câmara Federal

O programa que desde 2011 transformou a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, a partir da inclusão de três servidores com síndrome de down na convivência diária de servidores e deputados, deverá ser modelo para a Câmara Federal.

O exemplo de Manuela, Kalina e Felipe, nomeados para trabalhar no Cerimonial da Casa e no auxílio às funções do plenário durante as sessões, foi levado pelo deputado federal Rafael Motta (PSB) para a Primeira Secretaria da Câmara, que enviou a Natal técnicos do setor de acessibilidade da Câmara para conhecer a ação pioneira no legislativo potiguar. “A Assembleia oportunizou a três jovens com síndrome de down a trabalharem nessa Casa num momento de interação entre essas pessoas, os funcionários e os deputados estaduais. Esse é um exemplo que vem ser conhecido in loco pela Câmara Federal para que possa ser implantado por ela. É um marco e mais uma vez a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte é pioneira num projeto de inclusão tão importante e tão relevante”, afirma o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

O presidente Ezequiel Ferreira adiantou que a próxima ação de inclusão da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte será a implantação do programa de interpretação de libras, para que as pessoas com deficiência auditiva possam assistir e entender o que está sendo discutido no plenário da Casa.