Últimas Notícias

Hoje às 08:00

Prefeitura do Natal adere à campanha “10 Medidas contra a Corrupção”

A Prefeitura do Natal aderiu à campanha "10 Medidas contra a Corrupção”, do Ministério Público Federal. O prefeito Carlos Eduardo recebeu, na tarde desta quinta-feira (03), o procurador da República, Fernando Rocha, que está à frente da campanha no Rio Grande do Norte, e formalizou a parceria.

Os representantes do Ministério Público Federal têm se reunido com diversas entidades em todo o Estado. O objetivo é coletar 1,5 milhão de assinaturas em todo o país para que as 10 medidas sejam encaminhadas como projetos de lei de iniciativa popular, ao Congresso Nacional, possibilitando mudanças legislativas que ajudarão no combate à corrupção.

"A Prefeitura do Natal dá o seu apoio incondicional e irrestrito a esta campanha. Aqui, nós combatemos a corrupção com medidas rigorosas de controle e vamos ajudar o Ministério Público Federal incentivando as pessoas que circulam pelos prédios da Prefeitura e das secretarias do Município para que assinem as listas", destacou o prefeito Carlos Eduardo.

O procurador Fernando Rocha agradeceu a pronta adesão do Município à campanha e reforçou a importância da participação popular. "A aceitação da campanha é ótima, mas precisamos que a população assine as listas para que possamos chegar à meta de 1,5 milhão de assinaturas. Lembrando que só são válidas as assinaturas na lista física, não há adesão virtual", ressaltou Fernando Rocha.

Como participar
Qualquer cidadão pode participar, assinando as listas e até mesmo imprimindo-as no site www.10medidas.mpf.mp.br e entregando-as nos pontos de coleta. No território potiguar, o MPF conta com procuradorias em Natal (Av. Deodoro da Fonseca, 743, Tirol), Mossoró (Rua Rosineide Alves Medeiros, 09, Costa e Silva), Caicó (Rua Zeco Diniz, S/N, Penedo), Assu (Rua Sinhazinha Wanderley, 912, Centro) e Pau dos Ferros (Av. Getúlio Vargas, 1911, Centro).

Hoje às 07:59

Walter Alves cobra retomada de obras no Rio Grande do Norte ao presidente da Funasa

O deputado Walter Alves (PMDB-RN) participou, na tarde de hoje (2), de audiência com o presidente da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), Henrique Pires, onde foi discutido várias demandas referentes aos municípios do Rio Grande do Norte. Na oportunidade, o deputado cobrou agilidade na análise dos processos. 

Entre as demandas referentes aos municípios potiguares, também estão incluídos repasses de verbas federais para obras de melhorias sanitárias, abastecimento de água, esgotamento sanitário e melhorias habitacionais para controle da Doença de Chagas. Alguns municípios do Estado estão com projetos na Funasa para aprovar, iniciar, e até mesmo, em fase de conclusão, no entanto, os repasses não são realizados.

Ao deputado Walter Alves, o presidente Henrique Pires afirmou que vai emitir um relatório de atualização dos projetos e obras do Rio Grande do Norte, para que os municípios possam gerir suas demandas. “A audiência foi produtiva e esperamos que os resultados não demorem a aparecer. Os municípios necessitam da ajuda do Governo Federal e estamos aqui para cobrar as melhorias necessárias”, disse Walter Alves.

Hoje às 07:59

Câmara aprova texto-base de medida que eleva CSLL de instituições financeiras

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira o texto-base da medida provisória 675, que eleva a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) cobrada de instituições financeiras para 20 por cento até 1º de janeiro de 2019, quando volta a vigorar o percentual de 15 por cento.

Aprovado por 277 votos a favor e 77 votos contra, o texto principal da proposta ainda pode ser mudado por emendas, que foram destacadas para serem votadas separadamente. Uma vez concluída a votação no plenário da Câmara, a MP segue para o Senado.

Hoje às 07:58

Anac fará audiência pública sobre regulamentação de drones

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) anunciou hoje (3) a realização de uma audiência pública para debater regulamentação sobre o uso de veículos aéreos não tripulados (VANT), mais conhecidos como drones, e de aeromodelos, que são os veículos não tripulados usados para recreação.

A audiência será no dia 11 de setembro, a partir das 10h, no auditório da sede da agência, em Brasília. Para se manifestar verbalmente durante a sessão, os interessados devem se inscrever até o dia 8 de setembro pelo endereço eletrônico rpas@anac.gov.br.

Além da reunião presencial, a Anac vai receber sugestões sobre a regulamentação até o dia 3 de outubro, por meio do mesmo e-mail.

A proposta de regulamentação está disponível para consulta no site da Anac. As regras são apenas para operações civis de equipamentos não autônomos, ou seja, nas quais um piloto remoto pode intervir no voo.
Saiu na Info Online.

Hoje às 07:57

Comissão aprova permissão para mudança do regime de bens em casamentos anteriores a 2003

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou, no último dia 26, o Projeto de Lei 6197/09, do Senado, que permite a alteração do regime de bens de casamentos anteriores ao atual Código Civil (Lei 10.406/02). A proposta modifica o código para permitir que as pessoas que se casaram durante a vigência do Código Civil anterior (Lei 3.071/16) também tenham direito a optar pelo regime de partilha de bens que preferirem.

O Código de 2002 estabelece que é admissível a alteração do regime de bens, mediante autorização judicial, em pedido motivado de ambos os cônjuges e ressalvados os direitos de terceiros. Mas quem se casou antes dessa data não conta com esse benefício.

O parecer do relator, deputado Marx Beltrão (PMDB-AL), foi favorável à proposta. “Sendo lícita a alteração do regime de bens aos cônjuges casados sob a égide do novo Código Civil, não se justifica o tratamento diferenciado para os demais casamentos”, afirmou. “A proposta prestigia a autonomia privada dos cônjuges, permitindo-lhes a escolha de modelo patrimonial que melhor atenda aos interesses de sua família, mesmo após a celebração do matrimônio”, completou.

Hoje às 07:57

Número de pedidos de recuperação judicial é o maior em nove anos, diz Serasa

Os pedidos de recuperação judicial entre janeiro e agosto cresceram 41,6% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo a empresa de consultoria Serasa Experian. Nos oito primeiros meses de 2015, foram 766 pedidos – o maior número verificado para o período desde 2006, quando a pesquisa foi criada.

Para os economistas da Serasa Experian, o aprofundamento do quadro recessivo da economia ao longo do segundo trimestre deste ano, o enfraquecimento da atividade econômica, a alta do dólar e a elevação dos juros trazem problemas financeiros às empresas e são responsáveis pelos índices apurados no estudo.

As micro e pequenas empresas lideram os requerimentos, com 393 pedidos no período, seguidas pelas médias (228) e pelas empresas de grande porte (145). Na análise mês a mês, houve aumento de 3% em agosto, em relação a julho, passando de 135 pra 139. Na comparação entre agosto deste ano e agosto de 2014, a alta foi 113,8%.

Apenas em agosto, as micro e pequenas empresas entraram com 70 requerimentos de recuperação judicial, seguidas pelas médias, com 54 pedidos. As empresas de grande porte registraram queda nas solicitações: foram 40 pedidos em julho e 15 em agosto.

Os dados da Serasa indicam que, nos primeiros oito meses do ano, foram feitos 1.156 pedidos de falência no país, aumento de 6,8% em relação ao mesmo período de 2014. Do total de requerimentos de falência entre janeiro e agosto, 598 foram de micro e pequenas empresas, 267 de médias empresas e 291 pedidos de grandes empresas.

Hoje às 07:56

União pode se tornar responsável pelo piso salarial dos professores

Diante da alegada incapacidade financeira de estados e municípios, o piso salarial nacional dos professores da educação básica da rede pública poderá passar ser pago pelo governo federal. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (2) o projeto de lei (PLS 155/2013) do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que estabelece a transferência dessa responsabilidade para a União.

“Se o governo não pode pagar, não adianta demitir o prefeito ou governador, porque não será possível ‘demitir’ a aritmética financeira da prefeitura ou do estado. E, por outro lado, já não há mais espaço para elevar os impostos. A única saída para não jogar a conta sobre os cérebros das crianças é jogá-la sobre as finanças do governo federal”, avaliou Cristovam na justificação do projeto.

Diante desse cenário, o relator do texto, senador José Maranhão (PMDB-PB) acredita que está certo o autor ao buscar o deslocamento desse encargo para a União. Conforme Maranhão, a intenção do projeto é “conferir eficácia” ao dispositivo da Constituição Federal que estabelece um piso salarial nacional para os profissionais do magistério público da educação básica.

— Esse comando não pode ser condenado à inefetividade por conta da miopia de alguns governantes, que direcionam recursos públicos a áreas não prioritárias, ou pela penúria do erário estadual ou municipal, onerado por uma situação econômica desfavorável e pelo descontrole das contas públicas — disse relator durante a votação.

Segundo o texto, o piso salarial deverá ser pago diretamente pela União a todos os professores que atuam na educação básica pública do país. O projeto estabelece como pré-requisito a seleção prévia dos docentes segundo critérios a serem definidos pelo Ministério da Educação 60 dias após o início da vigência da lei.

Hoje às 07:55

Bayern de Munique vai doar dinheiro e criar campo de treinamento para imigrantes

O Bayern de Munique vai doar um milhão de euros para ajudar imigrantes e irá criar um campo de treinamentos para os que chegarem a Munique, à medida que cresce o número de pessoas chegando à cidade.

Milhares de imigrantes cruzaram da Hungria e Áustria para a Alemanha nas últimas semanas, com a estação ferroviária de Munique sendo um dos principais pontos de entrada no país.

"O FC Bayern vê como sua responsabilidade social ajudar as crianças, mulher e homens em sofrimento, apoiá-los e acompanhá-los na Alemanha", disse o presidente do clube, Karl-Heinz Rummenigge, em nota.

A academia de base do Bayern irá criar um campo de treinamento para crianças, junto com a prefeitura de Munique e separado dos treinos regulares. Também serão oferecidas aulas e alimentação.

O time principal será acompanhado de crianças imigrantes quando entrar em campo na próxima partida em casa, em 12 de setembro contra o Augsbrug, e o clube também planeja realizar um amistoso com um milhão de euros em ingressos sendo revertidos para ajudar imigrantes.

Cartazes com "refugiados são bem-vindos" e "Bem-vindos à Alemanha" foram vistos em quase todos os jogos da Liga Alemã na semana passada, enquanto muitos times convidaram imigrantes para assistirem partidas.

A Alemanha espera receber neste ano 800 mil pessoas que buscam asilo, quatro vezes mais que em 2014, disse a ministra alemã do Trabalho e Assuntos Sociais, Andrea Nahles, nesta quinta-feira.

Hoje às 07:54

Novo celular que filma e reproduz em 'ultra alta-definição' é lançado

Um novo celular com resolução de 4K ─ que permite ao usuário gravar vídeos em "ultra alta-definição" e assisti-los sem perda de qualidade ─ foi lançado pela multinacional japonesa Sony.

O aparelho, batizado de Xperia Z5 Premium, também é dotado de um novo tipo de câmera ─ a primeira vez que este dispositivo foi completamente reformulado desde o lançamento do Z1, em 2013. Embora a divisão de celulares da Sony venha registrando prejuízo, a de componentes de câmera continua a ser lucrativa.

Apple, Samsung, Xiaomi e Huawei estão entre as fabricantes de celulares concorrentes que têm usado a tecnologia de captura de foto da Sony em seus próprios aparelhos. No entanto, a Sony disse que o sensor de 23 megapixels seria "exclusivo" de seus dispositivos.

Recentemente, a multinacional japonesa estimou em 60 bilhões de ienes (R$ 1,9 bilhão) o faturamento da divisão de celulares operando em prejuízo no atual ano fiscal. Por outro lado, também previu que o braço de sensores de imagens ─ componente que faz parte de câmeras maiores ─ geraria o equivalente a R$ 18 bilhões em receita no mesmo período.

A Sony diz esperar que o braço de celulares volte a se tornar lucrativo em 2016. Em entrevista à BBC em março deste ano, entretanto, o CEO da empresa, Kazuo Hirai, afirmou que não havia "garantia" de que continuaria fabricando aparelhos nos próximos cinco anos se a divisão não sair do vermelho.

Bateria durável
O lançamento do novo celular foi realizado pela Sony durante a feira de tecnologia de Ifa, emBerlim, na Alemanha. A companhia reconheceu que ainda há uma quantidade limitada de conteúdo profissional em 4K ─ o que proporciona quatro vezes o número de pixels do que um vídeo de alta definição de 1080 pixels.

Uma das maiores preocupações sobre as telas de alta definição, no entanto, diz respeito às baterias, que tendem a durar menos. Segundo a Sony, por causa das novas funções, o novo celular poderia durar até dois dias antes de ser carregado novamente.

Um especialista ouvido pela reportagem da BBC, entretanto, desconfia da propaganda prometida pela multinacional japonesa. "Duvido muito que a bateria dure dois dias se você assistir a um filme em 4K neste dispositivo", afirmou Francisco Jeronimo, diretor de pesquisa da consultoria IDC.

Baixa luminosidade
A nova câmera da Sony também é dotada de um sistema de estabilização. Trata-se de uma espécie de sensor de posição que é usado para detectar pequenas distorções e compensá-las ao mover as lentes para cima e para baixo. Como resultado, é possível gravar clipes de vídeo com maior qualidade.

O acréscimo de um novo dispositivo de câmera também aumenta a quantidade de luz que chega ao sensor, o que facilita o registro de imagens em ambientes de pouca luminosidade.

Além disso, a Sony adicionou mais pixels de "detecção de fase" no sensor. Eles são usados para agilizar o autofocos (AF) e agora cobrem o quadro completo em vez de apenas a área central.

O resultado é que o sensor pode reagir mais rapidamente à ação ocorrendo na iminência do registro. A companhia diz que essas e outras melhorias permitem que a câmera seja capaz de recuperar o foco em apenas 0,03 segundos, o que faz dele "o mais rápido autofoco em um smartphone disponível no mercado".
Saiu no G1.

Hoje às 07:53

Ministério da Educação vai lançar curso de formação para diretores de escolas

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, disse hoje (3) que em breve será lançado um programa de formação para diretores de escolas. “Queremos lançar isto o mais cedo possível. Mas enquanto não tivermos tudo organizado, não posso anunciar a data”, afirmou, após participar de um seminário sobre educação pública.

Sobre os temas a serem tratados na capacitação, o ministro destacou que o importante é ter uma formação em que o diretor da escola seja habilitado a lidar com dados numéricos e estatísticos que, segundo ele, são um "grande diagnóstico" dos pontos fortes e fracos de cada escola.

Além de aprender a lidar com as bases de dados fornecidas por órgãos do próprio Ministério da Educação, os diretores serão informados sobre as ferramentas disponíveis para solucionar as dificuldades. “E que ele receba também uma formação para saber quais as soluções que ele tem ao alcance para isso, tanto pedagógicas, quanto do ponto de vista de programas federais e outros que ajudem a escola”, disse Janine.

Outros pontos que devem ser abordados são a formação de equipe e a administração de conflitos. “Fora isso, que ele [o diretor] seja capaz de administrar conflitos, que são parte integral da formação de qualquer pessoa que está se passando de criança a adolescente e de adolescente a adulto. Que seja capaz também de formar equipes de professores que trabalhem de forma empenhada."

Na primeira etapa do programa, Janine estima que será possível atingir “algumas dezenas de milhares” de diretores, por meio de um curso ministrado prioritariamente pela internet. “Neste ano, como no ano que vem, todos sabem, os recursos econômicos serão muito limitados. Então, não temos condições de pensar em grande escala. Estamos pensando em fazer um curso barato, para justamente mostrar que você pode conquistar ganhos de qualidade com o uso criterioso do dinheiro”, afirmou o ministro, sobre a opção da formação online.

A prioridade será dada aos gestores de escolas com grande número de alunos. Porém, a proposta está aberta a contribuições da sociedade. “Estamos adotando a seguinte estratégia: quando temos algo que começa a ser refletido, queremos partilhar isso, informar, mesmo sem ter o formato do edital. Não queremos nos comunicar com a sociedade só quando o edital estiver pronto”, acrescentou.

Hoje às 07:52

Depositava oficialmente numa conta do PT, diz delator sobre propina

O dono da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, afirmou na quarta-feira (2/9) em depoimento na Justiça Federal, em Curitiba, que o ex-diretor de Serviços Renato Duque o encaminhava ao ex-tesoureiro do PT João Vaccari para pagamento de propina. O delator afirmou que fez depósitos oficiais em contas do partido. Pessoa é um dos principais delatores da Lava-Jato e ainda não teve sua delação premiada tornada pública.

Este foi o primeiro depoimento público do delator. Ricardo Pessoa, no entanto, não aparece nas imagens da audiência na Justiça Federal. Desde o início dos processos da Lava-Jato, os depoimentos são gravados em vídeo e áudio. A defesa de Ricardo Pessoa pediu para que seu rosto não fosse mostrado. Durante a audiência, o juiz Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava-Jato, instruiu o delator para que ele não citasse políticos com foro privilegiado durante o depoimento.

Pessoa disse que seu primeiro contato na Diretoria de Serviços da Petrobras foi Pedro Barusco, então gerente de Engenharia e braço direito de Renato Duque. "Depois, o próprio Duque me procurou e começou a dizer que eu tinha que fazer contribuições políticas e que essas contribuições teriam que ir através do Vaccari."

O juiz Sérgio Moro perguntou: "Essas contribuições eram como parte do acerto de propina?".

"Sim, como parte, mais claro impossível", respondeu o empreiteiro. "Eu depositava oficialmente numa conta do Partido dos Trabalhadores."

O juiz insistiu: "Essa contribuição vinha do acerto de propinas para a Diretoria de Serviços?"

O empreiteiro respondeu: "Sim, para mim eu estava pagando a Vaccari, a mesma coisa."

O delator falou à Justiça como testemunha de acusação no processo em que são réus o presidente da Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, e executivos ligados ao grupo.

Presidente da UTC Engenharia, ele é apontado pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal como o presidente do 'clube vip' das empreiteiras que se apossaram de contratos bilionários da Petrobras entre 2004 e 2014. Questionado pelo Ministério Público Federal se havia feito pagamento de propina a funcionários da estatal, o delator confirmou.

"Sim. Eu paguei para o Pedro Barusco (ex-gerente executivo da Petrobras). Renato Duque sempre me encaminhou para o senhor João Vaccari. Eu nunca dei propina na mão do senhor Renato Duque. Era sempre encaminhado o assunto para o senhor João Vaccari", afirmou Ricardo Pessoa.

PT, PMDB e PP são suspeitos de lotear diretorias da Petrobras para arrecadar entre 1% e 3% de propina em grandes contratos, mediante fraudes em licitações e conluio de agentes públicos com empreiteiras organizadas em cartel. O esquema instalado na estatal foi desbaratado pela força-tarefa da Lava-Jato.

Ricardo Pessoa contou que os valores-base para pagamento de propina era de 1% para a Diretoria de Serviços, comandada por Duque, e para a Diretoria de Abastecimento, liderada por Paulo Roberto Costa, primeiro delator da Lava-Jato. "A referência inicial era para a Diretoria de Serviços 1%, para a Diretoria de Abastecimento 1%. Mas isso era só referência. Caberia a negociação depois de cada um. Eu, por exemplo sempre negociei o máximo que eu pude."

Pessoa foi preso em novembro de 2014, na Operação Juízo Final, etapa da Lava-Jato que derrubou o braço empresarial do esquema de propinas na estatal. O delator foi para regime domiciliar em março deste ano.
Saiu no Correio Braziliense.

Hoje às 07:51

"O antivírus está morto", diz fundador da McAfee

Em uma sessão de perguntas e respostas no fórum Reddit, John McAfee, fundador e ex-CEO da McAfee, afirmou que não usa nenhum software para se proteger e acredita que o mercado está ultrapassado. "Não tenho antivírus. Eu acho que o antivírus está morto. Ele usa uma tecnologia antiga, que não é relevante. Os hackers são 10 vezes mais rápidos do que eles, é um sistema sem sentido", afirmou.

"Morto e fadado ao fracasso"
No ano passado, o presidente da Symantec, Brian Dye, também havia decretado a morte do antivírus, dizendo que o software estava "fadado ao fracasso". Na época, a declaração foi contestada por outras empresas do setor, que obviamente defendem a utilidade dos sistremas de segurança. 

"Não é porque algumas bactérias se tornaram resistentes aos medicamentos que os antibióticos devem ser condenados à morte, descontinuados, deixando pacientes sem tratamento", explicou Eduardo Dantona, diretor da BitDefender Brasil.

"Sempre educamos nossos clientes sobre o fato de que nenhuma tecnologia de segurança é 100% confiável e que apenas uma combinação de medidas complementares pode reduzir efetivamente o risco de que os dados tanto de empresas quando pessoais sejam comprometidos", explicou Eugene Kaspersky, CEO da Karspersky.

Android, iOS ou Windows? 
Questionado sobre qual sistema operacional móvel é mais seguro, Windows, Android ou iOs, o ex-CEO da McAfee respondeu: "Nenhum deles é seguro. Eu uso os três, o que torna mais difícil me encontrarem. Mas o meu favorito é o Android, pela facilidade de uso", explicou. Quem pensa que o executivo prefere smartphones modernos está bastante enganado. McAfee conta que usa telefones com flip sem GPS e costuma trocar de aparelho a cada duas semanas. "A primeira coisa que faço é remover recursos de atualização e bloatware", conta.

Ao que tudo indica, o ex-CEO não está muito satisfeito com os rumos do aplicativo que criou. Quando a pergunta foi sobre como se ele se sentia com o fato de sua ex-empresa, vendida para a Intel em 2010, passar a se chamar Intel Security, o programador deu risada. "Você não tem idéia de como estou feliz com isso. Ele se tornou o pior software do planeta. Você não consegue desinstalar, ele realiza análises o tempo todo e é lento. Graças a Deus eu não tenho mais associação com aquilo".

Hoje às 07:50

'Impotentes e frustrados' são os mais agressivos na internet, diz psicóloga

Impotência, frustração e uma necessidade de se impor sobre outras pessoas. Assim, a psicóloga americana Pamela Rutledge, diretora do Media Psychology Research Center (Centro de Pesquisas sobre Psicologia e Mídia), na Califórnia, avalia a agressividade de muitos "comentaristas" de redes sociais em tempos de polarização política no Brasil.

Referência em um ramo recente da psicologia dedicado a estudar as relações entre a mente e a tecnologia, Rutledge ressalta que as pessoas "são as mesmas", tanto em ambientes físicos quanto virtuais. Mas faz uma ressalva sobre a impulsividade de quem dedica seu tempo a ofender ou ameaçar pessoas nas caixas de comentários de sites de notícias e páginas de política:

"Já estamos acostumados com a ideia de que nosso comportamento obedece a regras sociais, mas ainda não percebemos que o mesmo vale na internet".

Além da polarização política ou ideológica, a especialista comenta a ascensão de temas como diversidade sexual, racismo e machismo ao debate público, graças às redes sociais.

"Tudo isso já acontecia, mas não tínhamos conhecimento."
Saiu no OUL Notícias.

Hoje às 07:49

Câmara aprova obrigação de vender meia-entrada pela internet

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou as emendas do Senado ao Projeto de Lei 2125/07, do deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), que obriga o fornecedor de produto ou serviço cultural a ofertar a meia-entrada sempre que utilizar a internet para realizar a venda de ingressos.

A proposta foi aprovada pela Câmara em 2009, mas voltou no ano passado para que as alterações votadas pelos senadores sejam analisadas pela Casa. Como foi aprovada por todas as comissões, e tramitava em caráter conclusivo, a proposta deve seguir para sanção da presidente da República.

Pela proposta, a comprovação do direito do beneficiário à meia-entrada se dará quando houver a entrega do ingresso na entrada do evento cultural (cinema, teatro, shows e outros). Se não puder comprovar o direito, o consumidor perderá todo o valor pago.

Para os organizadores do evento, o desrespeito à lei implicará sanções administrativas previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90), como multa e suspensão temporária da empresa organizadora.

Os senadores propuseram que os organizadores sejam obrigados a informar, antes de finalizada a venda de ingressos, quais os documentos que serão aceitos como comprovante para garantir o direito à meia-entrada. A mesma informação deve ser fixada em local visível na entrada do evento. Caso isso não ocorra, o consumidor terá direito à devolução imediata do valor pago, sem prejuízo de indenização por perdas e danos.

Hoje às 07:49

Black Sabbath anuncia turnê de despedida para 2016

O Black Sabbath anunciou a turnê de despedida da banda, "The end", para 2016. A última série de shows do grupo, segundo os músicos, vai começar em janeiro, nos EUA. Por enquanto, não há datas previstas para o Brasil.

A formação da banda nesta última turnê vai contar com Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler. O baterista Bill Ward não deve participar das apresentações.

Após as datas marcadas para o início do ano que vem nos EUA, há datas marcadas para a Austrália e Nova Zelândia em abril. Eles dizem que vão anunciar novos shows da turnê "The end" daqui a um mês.

Ontem às 08:09

Sesc RN abre inscrições para cursos gratuitos de Outubro

Estão abertas até dia 21 de setembro, as inscrições para os cursos gratuitos oferecidos mensalmente pelo Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN). Os cursos, integrantes do Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG), oferecem 271 vagas paras as cidades de Natal, Mossoró e Caicó, com início em outubro. O edital do trimestre com todas as informações está disponível aqui

São oito (08) opções de cursos disponíveis nas áreas de trabalhos manuais, beleza (em parceria com o Senac RN) e culinária, entre eles o de “Decoração Natalina”, “Decoração para o quarto do bebê”, “Corte e escova” e “Finger foods: mini porções”. 

Sobre as inscrições
Após o período de inscrição, ocorre o processo seletivo, que acontece de 01 a 21/09/15 e leva em consideração as informações prestadas no ato da inscrição. A lista com os aprovados estará disponível no dia 28/09 (segunda-feira) no site do Sesc RN, e as aulas têm início a partir do dia 01/10.

Comerciários e seus dependentes, além de estudantes de escolas públicas cuja renda familiar mensal não ultrapasse três salários mínimos nacionais, podem se inscrever nos cursos gratuitos. No ato da inscrição, é preciso levar os documentos originais (com cópias): RG ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência (com emissão inferior a 60 dias) e de escolaridade, e ainda, caso necessário, documento que comprove deficiência física ou mental.

Também deverá ser entregue a autodeclaração de renda familiar e o questionário socioeconômico. Caso o interessado em fazer o curso seja menor de idade, deverá estar acompanhado do responsável.

Ontem às 08:08

Papa denuncia fabricantes e traficantes de armas

O papa Francisco denunciou hoje (2), na audiência geral semanal, os fabricantes e traficantes de armas, "manchados com o sangue de tantos inocentes". Na praça de São Pedro, o papa lembrou que na Ásia se comemora o fim da Segunda Guerra Mundial.

Em 15 de agosto, depois do bombardeio nuclear de Nagasaki, no Japão, e da declaração de guerra da União Soviética, o imperador Hirohito anunciou o cessar-fogo. Em 2 de setembro, o Japão assinava a rendição incondicional, pondo fim à Segunda Guerra Mundial.

O papa pediu que "no mundo de hoje não se volte a viver os horrores e sofrimentos terríveis de tragédias como aquela". No entanto, sublinhou o papa, o mundo continua a viver estas tragédias e recordou as "minorias perseguidas, os cristãos perseguidos e a loucura da destruição".

"Que não haja mais guerra. Este é o grito dos nossos corações, dos corações de todos os homens e mulheres de boa vontade", disse o papa.

Ontem às 08:05

Venda de veículos novos no Brasil despenca em Agosto

As vendas de automóveis e comerciais leves novos no Brasil em agosto caíram 8,9 por cento sobre julho e recuaram 22,9 por cento sobre o mesmo período do ano passado, para 199.853 unidades, informou a associação de distribuidores de veículos, Fenabrave, nesta quarta-feira.

No acumulado do ano, a queda foi de 20,38 por cento sobre os primeiros oito meses de 2014, para 1,689 milhão de unidades.

Já as vendas de caminhões e ônibus no mês passado tiveram recuos de 9,7 por cento e de 44,4 por cento nas bases sequencial e anual, respectivamente, para 7.416 veículos.

De janeiro a agosto, as vendas nesse segmento foram de 64.762 unidades, queda de 40,35 por cento no comparativo anual.

A Fenabrave manteve a previsão de queda de 22,9 por cento das vendas de automóveis e comerciais leves e de 41,75 por cento para as de ônibus e caminhões em 2015.

Ontem às 08:04

Novo vírus ataca iPhones e iPads desbloqueados

Investigadores em segurança informática identificaram uma nova família de vírus, batizada "KeyRaider", que ataca iPhones e iPads desbloqueados para instalar aplicativos não aprovados pela Apple.

"Este é o maior roubo conhecido de contas da Apple por um vírus", indicou a empresa de segurança informática americana Palo Alto Networks em seu site.

A investigação foi realizada em conjunto com WeipTech, um grupo "amador" que reúne fãs da Apple na China.

"KeyRaider conseguiu roubar mais de 225 mil contas válidas da Apple com suas senhas", indica o resumo da investigação.

As contas foram armazenadas em um servidor, bem como "milhares de certificados, chaves privadas e pedidos de compra".

O vírus funciona interceptando comunicações do dispositivo com o iTunes, a loja online de música da Apple. Então rouba e compartilha informação de compras e desativa a função de desbloqueio local ou remoto do iPhone ou iPad.

Algumas vítimas observaram compras anormais e outras descobriram que hackers estavam exigindo um resgate em troca do desbloqueio do telefone.

KeyRaider ataca dispositivos que utilizam iOS, o sistema operacional móvel da Apple, quando desbloqueado.

Palo Alto Research estima que tenham sido afetados usuários de 18 países, incluindo da Espanha, China, França, Reino Unido, Estados Unidos e Israel.

A Apple não quis comentar o caso neste momento.